Assine o boletim informativo
Selecione a região de seu interesse e digite seu e-mail
Fazer sua inscrição
#237Janeiro 2021

Imagens para inteligência artificial

de volta ao conteúdo

A Digital Evolution Ventures foi criada em meados de 2018. Um ano antes, o presidente russo, Vladimir Putin, encarregou cinco empresas estatais, incluindo a Rosatom, de criar fundos de investimento para financiar pequenas empresas inovadoras.

A estratégia Digital Evolution Ventures prevê investimentos em projetos de alta tecnologia que sejam interessantes para os negócios não nucleares da Rosatom, como cidades inteligentes, novos materiais, novos medicamentos etc. Os projetos são escolhidos e as condições de investimento são definidas pela Orbita Capital Partners, uma sociedade gestora de fundos de capital de risco. Após o primeiro fechamento, a Rosatom contribuiu com 3 bilhões de rublos (215.190.000 reais) para o fundo. O segundo fechamento do fundo será concluído em breve com outro investidor para trazer a mesma quantia de dinheiro.

O contrato entre a Rosatom e a sociedade gestora tem 10 anos de vigência e metade do período de investimento planejado já foi transcorrido, ou seja, 2,5 anos. Durante o segundo período de cinco anos, o fundo fará a administração e sairá dos negócios.

O Botkin.AI é um dos projetos mais promissores do fundo. É uma plataforma alimentada por IA para análise automática de imagens médicas. Seu primeiro e mais desenvolvido produto é projetado para analisar imagens de TC em busca de sinais de câncer de pulmão. Ao testar a plataforma em uma das regiões da Rússia, a empresa recebeu 1.500 exames de tórax. Cinquenta deles eram de pacientes com câncer. O Botkin.AI identificou sinais de câncer em 66 exames. Dezesseis pacientes foram reexaminados e foi identificado que eles tinham câncer —  a doença havia passado despercebida. “O teste foi uma pré-condição para receber o financiamento. A tecnologia se mostrou como sendo viável, por isso investimos nela”, disse Evgeny Kuznetsov, CEO da Orbita Capital Partners.

A plataforma Botkin.AI pode processar imagens no formato DICOM (Digital Imaging and Communications in Medicine), o padrão mais comumente usado para armazenar e transmitir imagens médicas (TC, IRM e raios-X). “As imagens são Transferidas do equipamento de diagnóstico para nossa plataforma. A IA analisa e, depois de alguns minutos, envia ao médico um relatório sobre as patologias identificadas e sua localização. É assim que funciona o sistema de apoio à decisão clínica”, explicou Sergey Sorokin, fundador da Intellogic, uma empresa que desenvolveu a plataforma. Esta plataforma pode ser usada para realizar uma análise retrospectiva de exames médicos para melhorar a qualidade dos diagnósticos.

Para capacitar sua plataforma movida a IA, a Intellogic usa imagens anônimas do banco de dados que contém informações sobre mais de 200.000 exames médicos retirados de conjuntos de dados abertos de clínicas russas e estrangeiras e dados obtidos durante testes piloto do sistema. “Em um ensaio realizado recentemente em Moscou, realizamos quase 3.000 tomografias computadorizadas por dia”, disse Sergey Sorokin.

A Rosatom investiu várias dezenas de milhões de rublos na plataforma. O investimento ajudou a Intellogic a melhorar sua plataforma e a obter resultados consistentes em diferentes dispositivos de digitalização e em diferentes hospitais; a consistência é essencial para dimensionar a plataforma. A tecnologia quase não comete erros de interpretação. O Botkin.AI foi certificado pelo Serviço Federal Russo para Vigilância em Cuidados de Saúde e recebeu autorização para uso na prática clínica. “Este ano, o produto entrou em grande escala no mercado”, afirmou Evgeny Kuznetsov.

No início de 2020, a tecnologia desenvolvida pela Intellogic foi selecionada, junto com algumas outras tecnologias, para ser testada pelo Departamento de Saúde de Moscou. Além disso, a empresa conseguiu muito rapidamente, em apenas duas semanas, melhorar um sistema de diagnóstico de coronavírus e começou a ajudar profissionais de saúde no Distrito Autônomo de Iamália-Nenétsia no combate do coronavírus em junho de 2020.

A Intellogic também trabalha com clínicas privadas e possui 12 projetos em andamento. O fundo avalia suas empresas por receita: A Intellogic aumentou sua receita em 10 vezes em um ano. A empresa tem planos de entrar em mercados internacionais no futuro.

A Digital Evolution Ventures continuará a investir na plataforma e em outras startups de tecnologia. A Titan Power Solution é uma delas. A empresa desenvolve e fabrica sistemas baseados em supercapacitores (ultracapacitores). A empresa é de particular interesse para a Rosatom para atuar como fornecedora de turbinas eólicas. Ela recebeu 60 milhões de rublos (4.303.800 reais) em investimentos da Digital Evolution Ventures, 12BF Global Ventures e do Far East High Technology Fund. Em 2020, a Titan Power Solution dobrou sua receita e ganhou novos contratos.

Outra startup promissora é a AlphaOpen, desenvolvedora da plataforma AlphaLogic projetada para gerenciar e monitorar sistemas de engenharia de construção. A plataforma pode ser integrada aos serviços Smart City da Rosatom. A VEB Ventures e a Digital Evolution Ventures investiram em conjunto 130 milhões de rublos (9.324.900 reais) na empresa. No total, o fundo de capital de risco da Rosatom investiu em 13 projetos.

 

 

 

Sergey Botkin

A plataforma Botkin.AI tem o nome de Sergey Botkin, um famoso médico russo (1832–1889). Sergey Petrovich Botkin foi um talentoso clínico, terapeuta, professor de muitos médicos e um ativista social. Ele é um dos fundadores da moderna ciência e educação médica russa.

 

Para referência

Os fundos de capital de risco se especializam em financiar empresas de tecnologia em estágio inicial quando a chance de sucesso financeiro (da empresa vender seus produtos e produzir um forte fluxo de caixa) é baixa.

Dados os altos riscos de investimento, os fundos de capital de risco investem simultaneamente em 10 a 20 startups. Algumas delas não geram retorno e os investimentos são cancelados. Mas algumas são bem-sucedidas e pagam o suficiente para cobrir todos os custos de investimento do fundo.

Poderão existir diversas rodadas de investimento: à medida que os negócios da empresa crescem, também aumenta o valor do investimento. O fundo se beneficia com a venda da empresa, seja por meio de sua abertura de capital por meio de uma oferta pública inicial, ou seja, por sua venda para outro participante de maior porte no mercado. Outra opção é integrar a empresa ao core business do investidor. Isso pode ser mais barato do que adquirir uma empresa em operação no mercado se uma grande empresa precisar desenvolver uma de suas linhas de negócios.

O financiamento de capital de risco foi colocado em prática pela primeira vez nos Estados Unidos, onde garantiu o rápido desenvolvimento de diversas tecnologias. A prática foi posteriormente implementada em todo o mundo e teve um especial sucesso na China. Nos últimos anos, os fundos de capital de risco investiram cerca de 65 bilhões de dólares por ano nos Estados Unidos e de 35 a 40 bilhões de dólares na China.